Na noite do dia 20 de abril o Cine Humberto Mauro recebe a pre-estreia do filme Praça Paris. O evento contará com participação da premiada diretora Lucia Murat em sessão seguida de debate. 

A coprodução Brasil-Portugal-Argentina, que tem estreia nacional confirmada para o dia 26 de abril, é um thriller que mostra o conflito entre uma psicanalista portuguesa, Camila (Joana de Verona), que veio ao Brasil para desenvolver uma pesquisa sobre violência, e sua paciente, Glória (Grace Passô), num Centro de Terapia de uma universidade brasileira (UERJ). Glória é ascensorista na universidade e tem uma história de violência muito difícil: violentada pelo pai, tem apenas no irmão, Jonas (Alex Brasil), traficante do morro, a proteção para seguir sua vida na comunidade. O filme mostra uma relação de transferência ao inverso, onde o medo do outro acaba dominando a trama e retrata a violência que voltou a explodir no Rio através da distância entre os dois personagens centrais.

“Praça Paris” participou da Première Brasil do Festival do Rio e levou os prêmios de Melhor Atriz para a protagonista Grace Passô e Melhor Direção para Lucia Murat.  Também em 2017, o longa recebeu o Prêmio Dom Quixote de Melhor Filme no Festival de Havana, e foi selecionado para a Mostra Competitiva do Festival Internacional de Chicago e para o Festival de Talin (Estônia) Black Nights. Em 2018, “Praça Paris” participou do FEStin em Lisboa, onde a atriz Grace Passô ganhou o prêmio de Melhor Atriz. Este é o primeiro trabalho de Grace Passô no cinema, que já tem uma carreira consolidada como atriz e dramaturga no teatro, e vem conquistando cada vez mais o público, os jurados e a crítica especializada no universo cinematográfico. 

O roteiro é da própria Lucia e do jovem Raphael Montes, autor de vários livros de suspense vendidos em inúmeros países. “Praça Paris” é seu primeiro trabalho no cinema como roteirista. Entre seus livros, destacam-se o premiado “Suicidas”, “Dias Perfeitos” (publicado em 14 países), “O Vilarejo” e o “Jantar secreto”. O filme é uma produção Taiga Filmes com a distribuição é da Imovision.

“A questão da violência sempre me interessou por ter sido parte da minha vida. “Praça Paris”, no entanto, vai além disso. O filme trabalha sobre o medo e a paranoia numa relação entre duas pessoas com histórias e classes sociais diferentes. O medo do outro me parece algo implantado na sociedade brasileira hoje.  E a partir desse medo sabemos que injustiças, agressões, mortes violentas acontecem, como no filme, um thriller que trabalha a intimidade dos personagens. ”, declara Lucia Murat.

Sobre a diretora

Seu primeiro longa-metragem “Que Bom Te Ver Viva” (1988), estreou internacionalmente no Festival de Toronto. Entre muitos prêmios, o longa foi escolhido melhor filme do júri oficial, do júri popular e da crítica no Festival de Brasília de 1989. Com “Doces Poderes “ (1996), estreou em 1997 no Festival de Sundance e no Festival de Berlim. Em 2000, lançou “Brava Gente Brasileira”, que também estreou em Toronto. Em 2003, com “Quase Dois Irmãos” ganhou melhor direção e melhor filme pela FIPRESCI no Festival do Rio 2004, melhor filme no Amazonas Film Festival e melhor filme no Festival de Mar del Plata 2005. No Festival do Rio de 2005, estreou o documentário o “Olhar Estrangeiro” e, na edição de 2007, “Maré, Nossa História de Amor”, uma coprodução, selecionado para o Panorama do Festival de Berlim. Em 2010, filmou o documentário “Uma Longa Viagem”, grande vencedor do Festival de Gramado, e em 2013, lançou o filme “A Memória Que Me Contam”, que ganhou o FIPRESCI no Festival de Moscou. Em 2015, estreou o documentário “A Nação Que Não Esperou Por Deus”, no festival É Tudo Verdade, e o ensaio “Em Três Atos”, uma coprodução com a França, no Festival do Rio.

EVENTO
Pré-estreia Praça Paris, de Lucia Murat

HORÁRIO

19h30

CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA
14 anos

INFORMAÇÕES PARA O PÚBLICO
(31) 3236-7400