Objetivos

 

No dia 4 de setembro, a série de apresentações Jovem Músico BDMG inicia a sua 18ª temporada de recitais. O primeiro concerto será realizado às 19h30, na Sala Juvenal Dias, do Palácio das Artes. Quem inicia a programação são os jovens Charlotty Maciel (piano), Júlia Tempesta (flauta transversal) e Lucas Mendes (violão clássico), e Sarah Reis (canto).

A música na vida destes jovens começou cedo. Sarah Reis, por exemplo, ganhou este nome dos pais, também músicos, em homenagem à Sarah Vaughan. Incentivada por eles, sempre estudou música de maneira informal e, aos 15 anos, iniciou sua caminhada didática, que está prestes a encerrar mais um ciclo, a conclusão do bacharelado na UFMG. “É uma honra poder me apresentar em um lugar importante como o Palácio das Artes, onde renomados artistas se apresentam. Será a minha primeira apresentação solo como cantora lírica fora da academia, e é um grande incentivo para continuar nessa jornada de estudos”, comemora.

E o objetivo da série de recitais é exatamente esse, dar espaço para que estudantes possam experimentar na prática a arte da música. “A série me desafia a melhorar as minhas peças, me dá a oportunidade de transmitir um pouco de conhecimento musical para o público, leigos ou não, e me permite ter contato com músicos de outras escolas e faculdades para compartilhar experiências”, explicou Charlotty Maciel, de 20 anos.

Ao todo, 17 músicos mineiros, ou residentes no estado há mais de dois anos, com até 25 anos de idade, participarão da programação do Jovem Músico BDMG. As apresentações serão realizadas até dezembro.

Os responsáveis pela seleção dos instrumentistas e cantores foram Carlo Aleixo, Clóvis Gontijo Salgado e Rubner Abreu.

Saiba mais sobre os participantes:

Charlotty Maciel (piano)

Créditos: Élcio Paraíso

A pianista de 20 anos, natural de Belo Horizonte, começou os estudos musicais aos cinco, com a professora Gislene Klein de Oliveira. De 2009 a 2015, fez aulas de piano e teoria musical com Eliana Quezia Almeida, responsável por sua preparação para o vestibular de música. Nesse período, participou por cinco vezes do projeto Festival Artes no Batista, promovido pelo Colégio Batista Mineiro, no qual ganhou em 1º lugar na categoria instrumental, em 2015. No ano seguinte, iniciou o curso de bacharelado na ESMU, da Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG). Realizou masterclasses com os pianistas Luisa Splett, Mônica Tessitore, Eduardo Hazan, Miriam Grosnam, Ana Telles, Luis Rabello, Luiz Senise, Giosué de Vicenti, Mirta Herrera e Sérgio Monteiro. No primeiro semestre deste ano, participou da 29ª semana de Música de Câmara da Fundação de Educação Artística (FEA), e do projeto Circuito de Música de Câmara, desenvolvido pelos professores e alunos da UEMG.

Júlia Tempesta e Lucas Mendes (flauta transversal e violão clássico)

Créditos: Élcio Paraíso

Júlia Tempesta nasceu em Varginha e tem 20 anos. Iniciou seus estudos em flauta transversal em 2009, no Conservatório Estadual de Música Maestro Marciliano Braga (CEMVA), em sua cidade natal, sob orientação da professora Leonilda de Fátima Batista. Participou da 2ª Mostra de Conservatórios Estaduais de Música de Minas Gerais, em São João Del Rei; 4ª Mostra de Conservatórios Estaduais de Música de Minas Gerais em Montes Claros, programa Segunda Musical da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, entre outros. Atualmente, cursa o 6º período em música na UFMG, sob orientação do professor Alexandre Andrés, além de ser membro docente do Centro de Musicalização Integrado da universidade.

Com 21 anos, Lucas Mendes, de Pedro Leopoldo, iniciou seus estudos musicais na RIFF Escola de Música, sob orientação do professor Felipe Dias. Estudou também violão clássico, com Kenedy Neves. Em 2016, ingressou no bacharelado em música da UFMG, onde fez aulas com Fernando Araújo e, atualmente, com Flávio Barbeitas. Participou de masterclasses e oficinas com Carlos Barbosa Lima, Dieter Hennings e Thomas Patterson. O violonista ministra aulas particulares de violão e guitarra.

Sarah Reis (canto)

Créditos: Élcio Paraíso

Pianista acompanhante: Otávio Lamounier

A belo Horizontina Sarah Reis tem 24 anos e nasceu em berço musical. Aos 15 anos, iniciou aulas de canto livre. A cantora fez masterclasses e oficinas com Raminta Lampsatis, Lorena Espina, Eduardo Abumrad e Michel Degan. Integrou o Coro de Câmara da UFMG, deu aulas de musicalização infantil e de canto no Centro de Musicalização Infantil da UFMG (CMI) e foi assistente e preparadora vocal dos corais Coralitos e Música para Todos, ambos da universidade. Sarah atuou como regente do coro infanto juvenil do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, entre 2015 e 2017;  fez parte da Orquestra Jovem Sesi MG, como contrabaixista; e foi corista do coral Ars Nova, da UFMG. Atualmente, finaliza o bacharelado em música, onde tem aulas com Mauro Chantal, e é professora de canto no projeto Valores de Minas, além de reger. 

Lei da meia-entrada: A Lei Federal nº 12.933/2013 dispõe sobre o benefício do pagamento de meia-entrada para estudantes, idosos, pessoas com deficiência e jovens de 15 a 29 anos comprovadamente carentes em espetáculos artísticos culturais e esportivos. Clique e acesse o texto na íntegra. 

Data de início

04 de Setembro de 2018

Data de término

04 de Setembro de 2018

Endereço

Sala Juvenal Dias | Palácio das Artes (Av. Afonso Pena, 1.537, centro. BH)

Preço

R$ 2,00 (inteira) e R$ 1,00 (meia-entrada)

Mais informações

COMPRAR INGRESSO

EVENTO

Jovem Músico BDMG

HORÁRIO

19h30

CLASSIFICAÇÃO LIVRE

INFORMAÇÕES PARA O PÚBLICO

(31) 3236-7400

Banner Rodapé Unimed
Banner Rodapé Vivo
Banner Rodapé Globo Minas